Presença dos Mestres de Luz

Os espíritos de luz muitas vezes nos acompanham em várias existências. E todos nós temos nossos espíritos protetores. As religiões dão para eles várias denominações: espíritos protetores, guias espirituais, seres de luz, anjos da guarda, mestres de luz, guardiões, mentores espirituais, etc. Por outro lado, todos concordam num ponto: são seres espirituais cuja missão é aconselhar, orientar e mostrar o melhor caminho, mas sem impor nada, respeitando – evidentemente – o livre arbítrio das pessoas. E como eles se manifestam? Eles se fazem ouvir por meio da intuição e dos pensamentos.

Em meu consultório, naTRE (Terapia Regressiva Evolutiva) – A Terapia do Mentor Espiritual, método terapêutico de autoconhecimento e cura criado por mim em 2006 – quando o paciente entra em relaxamento(ondas cerebrais alfa, onde ele fica sempre consciente), estas intuições vêm em seus pensamentos por meio de orientações e aconselhamentos profundos. É muito comum o paciente ser tomado por uma emoção indescritível pela presença desses mestres de luz, os mentores espirituais. O prazer de se comunicar com eles é muito intenso. Beber da fonte da sabedoria deles é muito gratificante para ambos – paciente e terapeuta.

A presença desses seres espirituais é relatada também por outros terapeutas. O mais conhecido é o descrito pelo Dr. Brian Weiss, psiquiatra norte-americano, em seu livro Muitas vidas, muitos mestres, que se tornou um best-seller em muitos países. Ele relata o caso de uma paciente intitulada Catherine, que recebeu constantes mensagens dos mestres espirituais nas sessões de regressão. Através da paciente, os espíritos de luz revelaram segredos sobre a vida e a morte com profunda sabedoria.
Catherine revelou também fatos pessoais do terapeuta somente conhecidos por ele. As mensagens reveladas por esses mestres de luz acabaram por transformar profundamente a vida da paciente e do terapeuta.

O Dr. Patrick Druot, outro conceituado terapeuta, autor do livro Nós somos todos imortais, pede ao paciente evocar em voz alta ou em pensamento, a presença e a proteção desses mestres de luz antes de iniciar uma regressão.

O Dr. Stanislav Grof, psiquiatra tcheco, um dos principais precursores da psicologia transpessoal (considerada a 4ª força depois da psicanálise, behaviorismo e psicologia existencial), relata em seu livro Além do cérebro: “São exemplos comuns nas sessões de regressão às experiências de encontro com espíritos de pessoas mortas ou entidades espirituais sobre- humanas. Muitos de meus pacientes no início ou no transcorrer do tratamento, recebem orientação desses espíritos de luz”.

Caso Clínico:

Desconfiança do amor dos homens


Mulher de 28 anos, solteira.


Ela veio ao meu consultório para entender o porquê de estar sempre duvidando dos sentimentos dos homens. Cultivava a crença de que os homens não são sinceros e que não gostavam dela verdadeiramente.

Após o rompimento de um relacionamento, ficava irritada, depressiva, sentia-se profundamente solitária e carente. Pensava constantemente em cometer suicídio. Por causa de sua insegurança, tornou-se extremamente ciumenta querendo controlar a vida de seus namorados. Evidentemente, por conta disso, os homens acabavam se afastando dela.

Ao regredir a uma vida passada, ela me relatou: – Vejo um homem de meia idade, usa um chapéu e calça botas pretas. Ele é o meu pai desta existência passada.
Nós estamos numa embarcação. Meu pai quer que eu vá com ele para outra terra. Eu não queria ir mas acabo cedendo ao seu pedido. Eu já perdi muita gente, muitos entes queridos nessas viagens. Eu tinha três filhos, um de cada pai. Perdi dois de meus filhos. O outro está com o pai que mora na França. Eu morei na França, mas agora estou no Brasil. Sou francesa, tenho olhos claros, cabelos compridos. Uso roupa branca, bota branca, meus cabelos são loiros, sou branca, bem magrinha. Vejo agora um menino. Ele é o meu primo. Estou brincando com ele no navio… Oh! Meu Deus! (paciente grita). Ele caiu na água, pulei para salvá-lo e a embarcação passou por cima de mim!

O menino estava brincando, foi olhar para baixo, subiu na proa e caiu no mar. O menino tem quatro anos. Meu pai queria que eu fosse junto com ele nessa viagem porque não tinha mais nenhum parente.
Deixei o meu filho com o pai, mas o peguei com outra mulher. Na verdade, ele só queria o meu dinheiro. Ele não gostava de mim. Já sofri demais com esse relacionamento. Eram só mentiras, traições. Detesto mentiras. Ele tinha muitas mulheres. Saia com elas à noite.

Peço agora para que a paciente vá para o momento de sua morte nessa vida passada: – Senti um desespero quando a embarcação passou por cima de mim. Vejo o meu corpo afundando nas profundezas do mar. Meu pai fez muitas buscas. Tudo em vão. O meu corpo ficou no fundo do mar.

– Para onde você vai após a sua morte física? – Pergunto-lhe.
– Vou para um lugar muito bonito, cheio de flores. É no plano espiritual onde eu estava antes de reencarnar na vida atual.
Um ser espiritual, um homem de cabelos grisalhos, expressão serena e bondosa me diz que eu deveria ter dado mais carinho para o meu filho. (pausa).

Vejo agora uma mulher vestida toda de preto (obsessora espiritual, ser das trevas).

Foi ela que me induziu em pensamento, intuindo-me para eu me jogasse no mar para salvar a criança. O menino não morreu, acabou se salvando. Essa mulher era esposa de meu amante numa vida anterior a essa. Deixei o meu marido para viver com esse meu amante. Ela acabou se suicidando pelo fato dele vir morar comigo.

Ela morreu com muito ódio, jurando vingança. Sinto a presença dela aqui no consultório. Sinto também a presença daquele homem bondoso de cabelos grisalhos. Ele diz que é o meu mentor espiritual e que preciso me ajudar. Eu tenho que gostar mais de mim, ser feliz para que eu possa ajudar esse espírito obsessor (a mulher de preto) a seguir o caminho de sua evolução.

Revela também que eu nunca gostei verdadeiramente de ninguém, pois queria os homens só para o sexo. É por isso que eu acho que os homens só me querem para fazer sexo e que não gostam de mim na vida atual.

Ele esclarece que isso não é verdade, pois muitos homens me amaram em vidas passadas, inclusive na vida presente. Mas trago de várias encarnações essa crença de que os homens não gostam de mim verdadeiramente, por causa do desamor que eu cultivei em relação a mim. O meu mentor espiritual continua dizendo que eu nunca assumi os meus casamentos em outras vidas, sempre os destruí praticando o adultério, e que não valorizei o meu filho daquela vida passada, preferindo viajar com o meu pai, deixando-o com o meu ex-marido. Afirma que vai me ajudar e que talvez eu permaneça sozinha nesta vida presente, mas deixa claro que isso vai depender de mim, do meu livre arbítrio. Ele me garante que eu terei um filho, caso queria, na vida presente.

Mas não quero voltar, ter filho, faço qualquer coisa para ficar aqui… (paciente fala chorando muito no plano espiritual onde está).

O meu mentor espiritual me explica pacientemente que é reencarnando novamente no plano terreno que irei aprender as minhas lições e que tenho condições de voltar, mas que eu não tente novamente o suicídio.

Diz ainda: – Você sabe muito bem que se matar estará apenas prolongando o seu carma. Uma existência é apenas uma gota no oceano. Você tem condições de passar por tudo isso. Sempre que precisar de mim, estarei presente. É só orar.

Em seguida, peço à paciente que se sinta no útero materno da vida atual. Ela revive o momento de seu nascimento, diz que não quer nascer, que vem a contragosto na encarnação atual.

Após essa sessão, continuamos com o nosso trabalho de regressão. Ela passou por mais seis sessões de regressão e demos por encerrado o nosso trabalho.

Três anos após o tratamento, a paciente me encaminhou um e-mail dizendo que se casara com um homem muito carinhoso e que constituíra uma família, estava com um filho.

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário em “Presença dos Mestres de Luz

  1. ” O mais conhecido é o descrito pelo Dr. Brian Weiss, psiquiatra norte-americano, em seu livro Muitas vidas, muitos mestres, que se tornou um best-seller em muitos países”
    Eu li este livro e falei para você sobre ele, muito bom mesmo o trabalho deste psicoterapeuta, sensacional, assim como o trabalho do dr. Osvaldo shimoda.

    Curtir

Os comentários estão fechados.